Fenasps

terça-feira, 22/03/2022

Comando Nacional de Mobilização reafirma Greve a partir de 23 de março. Confira as orientações

O Comando Nacional de Mobilização (que a partir de deflagrada o movimento paredista se denominará Comando Nacional de Greve) da Fenasps se reuniu virtualmente na noite dessa segunda-feira, 21 de março, com participação de centenas de trabalhadores e trabalhadoras do Seguro Social (INSS) e Seguridade Social (carreira da Previdência, Saúde e Trabalho – CPST) de todo o país.

Na reunião, foi reafirmada a deflagração de greve por tempo indeterminado a partir de 23 de março, e uma série de deliberações foi aprovada pelos trabalhadores presentes. Confira as resoluções aprovadas para orientação na greve:

  1. Orientar para que o servidor(a) informe, aos sindicatos e aos gestores, que entrará em Greve a partir de 23 de Março, informando os ofício enviados pela FENASPS para os respectivos Ministérios da Economia; Saúde; Trabalho e Previdência e para o INSS, Saúde e Trabalho. Os ofícios estão disponíveis no site da FENASPS;
  2. Para os(as) Servidores(as) que estão em trabalho remoto, seja em qual modalidade for, que seja interrompido o acesso aos sistemas operacionais do órgão que pertence, a fim de dar efetividade à greve;
  3. Aos(às) Servidores(as) que estão em trabalho presencial nas unidades, a orientação é para que busquem mobilizar os demais servidores e fazer ações com objetivo de fechar os locais de trabalho;
  4. Organizar os comandos de greve locais e Estaduais, procurando apoio dos Sindicatos, fazer distribuição de cartas abertas à população, organizar atos em frente às unidades de trabalho, unificando com demais Servidores Públicos Federais (SPFs), onde for possível;
  5. Para evitar problemas de comunicação, orientamos que os comandos de Greve procurem orientação sempre nos sites da FENASPS e dos Sindicatos, pois em tempo de fakenews é preciso tomar todos os cuidados necessários para que a categoria não seja enganada. Há muitos grupos que promovem desinformação;
  6. O Comando Nacional de Greve/Direção avaliará a data da próxima Plenária Nacional da Fenasps;
  7. Orientamos a realização de atos nos Estados e em Brasília/DF nos dias de audiência com o ministro do Trabalho e Previdência (25 de março);
  8. Fazer um formulário para ter uma noção da adesão ao movimento. Elaborar, como em 2015, mapas das adesões nos Estados para incentivar os colegas a participar;
  9. Que a Fenasps, junto com o Comando Nacional de Greve faça um documento orientando como aderir à greve para não sair orientação diferente nos Estados. Também uma orientação sobre como tratar a greve e negociação para quem está nos programas de gestão já que há muitas dúvidas a respeito (se pode ou não ser retirado dos programas de gestão);
  10. Investir em propaganda da Greve;
  11. Solicitar à Assessoria Jurídica da Fenasps um parecer jurídico sobre o “não-desligamento” dos programas por motivo de greve;
  12. Propor que os estados, por meio dos comandos estaduais, encaminhem aos deputados federais as pautas de reivindicações da categoria, reforçando a solicitação de abertura de negociações;
  13. Que a Fenasps oriente que, na medida do possível, os estados chamem Assembleias presenciais, e que as datas destas assembleias sejam amplamente divulgadas. Que os relatos, votações e fotos dessas assembleias também sejam divulgados.

Confira aqui as resoluções em formato pdf.

Entre nesta luta você também!

Juntos e juntas somos mais fortes! 💪🏽

Últimas notícias

sexta-feira, 16/09/2022 Tá chegando a hora! As eleições presidenciais de 2022 estão se aproximando! Faltam apenas 16 dias para o dia 2 de outubro, quando 150 milhões de brasileiros e ...
quinta-feira, 15/09/2022 Em rede nacional, FENASPS denuncia ataques à Previdência Social Um dia após a consultoria de investimentos Natixis divulgar um ranking global que aponta que o Brasil é o segundo pior lugar para se ...
quinta-feira, 15/09/2022 FENASPS pressiona, e devolução dos descontos da greve de 2009 deve ocorrer até o final do ano, diz Economia Uma das importantes conquistas da greve de 2022 foi a devolução dos valores descontados da greve de 2009. A tramitação dos processos foi iniciada ...