Fenasps

terça-feira, 09/08/2022

CNM/FENASPS percorre gabinetes de deputados na luta por reajuste e apoio para cumprimento dos acordos de greve

Nesta terça-feira, 9 de agosto, o Comando Nacional de Mobilização (CNM) da FENASPS esteve presente na Câmara dos Deputados buscando apoio parlamentar na luta por reajuste salarial em 2023 e pelo cumprimento dos acordos de greve dos trabalhadores do INSS e da Seguridade Social (Previdência, Saúde e Trabalho – CPST).

Os militantes – dos estados do Paraná, Rio de Janeiro, São Paulo e do Distrito Federal – percorreram mais de 100 gabinetes de deputados e deputadas, além de lideranças de diversos partidos e coligações, protocolando o ofício, com a pauta de reivindicação, e conversando com assessores e parlamentares.

A programação do trabalho de corpo a corpo seguirá nesta quarta-feira, 10 de agosto, quando os CNM/FENASPS visita os gabinetes dos senadores e senadoras.

Reivindicações

Além do reajuste de 32% – percentual das perdas salariais dos últimos quatro anos, desde janeiro de 2019 até dezembro de 2022, apurado pelo Fonasefe – os representantes sindicais reivindicaram apoio para a incorporação das gratificações – GDPST/GACEN/GECEN, para os servidores(as) da Saúde Federal, e da GDASS, para os trabalhadores da carreira do Seguro Social (INSS) -, revisão de benefícios (vale-alimentação, auxílio-creche, vale-transporte e diárias), aumento do per capita patronal dos planos de saúde complementar dos servidores (GEAP e Capesaúde), e transformação carreira do Seguro Social em carreira típica de Estado, com ingresso na carreira em nível superior.

Confira aqui a íntegra das reivindicações apresentadas na Câmara.

Agenda dos Federais

Para além das reivindicações dos trabalhadores de sua base, a FENASPS ainda se mobiliza na luta conjunta com as demais categorias do funcionalismo federal.

Na última quinta-feira, 4 de agosto, o Fonasefe realizou uma reunião ampliada, que deliberou por uma série de encaminhamentos (confira aqui), mobilizando os Servidores Públicos Federais (SPFs) para as atividades na luta por recomposição salarial em 2023, com esforço concentrado da Jornada de Lutas entre os dias 29 de agosto e 2 de setembro.

Além disso, o Fonasefe irá fortalecer o 11 de agosto, Dia do Estudante, data em que movimentos sociais, estudantis e sindicais estarão nas ruas do país em defesa da democracia, eleições livres e do Serviço Público!

A população brasileira está vendo o número de militares em postos da administração federal mais que dobrarem nesse governo, chegando ao total de 6.157. Recentemente, a Controladoria-Geral da União (CGU) divulgou um relatório que apontou indícios de irregularidades na situação de mais de 2,3 mil militares que ocupam cargos no Governo Federal.

Entre os problemas identificados pelo levantamento estão remunerações que extrapolam o teto constitucional, falta de amparo legal para exercer função de agente civil e a permanência de militares da ativa além do tempo limite (dois anos) para este tipo de acúmulo de funções.

Por isso, o Fonasefe e suas entidades estão convocando todos os servidores(as) públicos(as) a participar das manifestações de 11 de agosto (cuja divulgação está sendo feita com a hashtag #11A).

Confira aqui a lista de atos confirmados e participe!

Participe e defenda a democracia, eleições livres e um Serviço Público gratuito, universal e de qualidade! (imagem: reprodução Fonasefe)

Últimas notícias

sexta-feira, 16/09/2022 Tá chegando a hora! As eleições presidenciais de 2022 estão se aproximando! Faltam apenas 16 dias para o dia 2 de outubro, quando 150 milhões de brasileiros e ...
quinta-feira, 15/09/2022 Em rede nacional, FENASPS denuncia ataques à Previdência Social Um dia após a consultoria de investimentos Natixis divulgar um ranking global que aponta que o Brasil é o segundo pior lugar para se ...
quinta-feira, 15/09/2022 FENASPS pressiona, e devolução dos descontos da greve de 2009 deve ocorrer até o final do ano, diz Economia Uma das importantes conquistas da greve de 2022 foi a devolução dos valores descontados da greve de 2009. A tramitação dos processos foi iniciada ...