Fenasps

sexta-feira, 02/03/2012

Câmara aprova previdência complementar dos servidores federais, com três fundos

Projeto cria fundações para o Legislativo, o Executivo e o Judiciário, e define que novo servidor pagará 11% sobre o teto do INSS (R$ 3.916,20) e terá que fazer contribuição extra relativa ao restante de sua remuneração para receber aposentadoria acima desse limite

O Plenário concluiu, nesta quarta-feira, a votação do Projeto de Lei 1992/07, do Executivo, que institui a previdência complementar para os servidores civis da União e aplica o limite de aposentadoria do INSS (R$ 3.916,20) para os admitidos após o início de funcionamento do novo regime. A matéria ainda será analisada pelo Senado.

Por esse novo regime, a aposentadoria complementar será oferecida apenas na modalidade de contribuição definida, na qual o participante sabe quanto pagará mensalmente, mas o benefício a receber na aposentadoria dependerá do quanto conseguir acumular e dos retornos das aplicações.

 

Veja a matéria completa no clipping Fenasps de hoje.

 

*Fonte: Agência Câmara

 

 

235

 

Últimas notícias

quinta-feira, 04/08/2022 Toda solidariedade à deputada Sâmia Bomfim! A Fenasps e seus sindicatos filiados prestam toda a solidariedade à deputada federal Sâmia Bomfim, atacada por um criminoso ainda não identificado que afirmou, ...
quinta-feira, 04/08/2022 Mesmo diante de aceno do governo sobre reajuste, SPFs continuam pressão sobre os Três Poderes com ato no STF nesta quarta, 3 Após três dias de intensos protestos em Brasília (relembre os dias anteriores aqui e aqui), o conjunto dos Servidores Públicos Federais (SPFs) realizou um ...
quarta-feira, 03/08/2022 Em defesa do Serviço Social no INSS, CNM/FENASPS apresenta a senadores emenda à MP 1.113, aprovada na calada da noite na Câmara Diante de protestos da Fenasps e de entidades que defendem os direitos da Pessoa com Deficiência (PcD), a Medida Provisória (MP) nº 1.113/2022 foi ...