Fenasps

terça-feira, 05/01/21

Crueldade: governo Bolsonaro exclui mais de 500 mil beneficiários do BPC

Com medida, Bolsonaro ataca os mais pobres e necessitados de cobertura social do poder público (charge: Gilmar)

Num ato de maldade sem precedentes o genocida presidente da República, Jair Bolsonaro, aproveitou o apagar das luzes de 2020, e publicou, no último dia do ano, a Medida Provisória (MP) nº 1025, alterando as regras para os idosos e pessoas com deficiência de baixa renda que ganham até um quarto do salário mínimo – ou seja, R$ 275,00 – terem acesso ao benefício.

Na prática, a MP 1025/2020 exclui mais de 500 mil pessoas que recebiam o Benefício de Prestação Continuada (BPC), um direito pago àqueles e àquelas que mais precisam, os que são mais pobres e que estão mais necessitados da cobertura social do poder público.

Este é mais um ato cruel deste governo fascista contra as pessoas em situações de vulnerabilidade.

Últimas notícias

terça-feira, 12/01/21 Demissão de 5 mil trabalhadores do BB é mais um ataque do governo ao Serviço Público O Banco do Brasil anunciou nessa segunda-feira, 11 de janeiro, um programa de reestruturação que significa mais um passo na sua privatização. Entre as ...
segunda-feira, 11/01/21 A vacina produzida pelo Butantan é uma vitória do Serviço Público! Muitos estão comemorando o alto índice de eficácia da vacina CoronaVac desenvolvida pelo Instituto Butantan, que trabalhou em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac. ...
sexta-feira, 08/01/21 Brasil ultrapassa 200 mil mortes por Covid-19. Vacinação, já! No mesmo dia em que o Brasil ultrapassou a marca de 200 mil mortes por COVID-19 (esta quinta-feira, 7 de janeiro), registramos um recorde ...