face twitter youtube

Corrupção no MTE: investigação liga mulher de ministro do Trabalho a convênios irregulares

0
0
0
s2smodern

1
Como secretária estadual em Santa Catarina, Dalva Dias (foto) repassou recursos a 3 entidades, uma delas ligadas ao PDT

 

No mesmo dia em que a Polícia Federal prendeu três funcionários do Ministério do Trabalho acusados de desviar recursos da pasta, o Tribunal de Contas de Santa Catarina decidiu pedir ao Tribunal de Contas da União investigação de denúncias que ligam a mulher e o chefe de gabinete do ministro do Trabalho e Emprego, Manoel Dias (PDT-SC), a irregularidades em convênios abastecidos por dinheiro do ministério em Santa Catarina. O Estado é a base eleitoral de Dias.

 


Relatórios do órgão apontam suposto dano ao erário e favorecimento de três entidades, uma delas ligada ao PDT, em parcerias de R$ 2,1 milhões, firmadas nas gestões de Dalva Maria de Luca Dias, como secretária estadual de Assistência Social, Trabalho e Habitação do Estado, e Rodrigo Minotto, então coordenador do Sistema Nacional do Emprego (Sine) no Estado.

 

Veja essa matéria completa e outras notícias sobre este caso de corrupção no MTE no clipping Fenasps desta segunda-feira, 16 de setembro.

 

*Fonte: Estadão, com informações do clipping Sindprevs/PR.

 

 

 

 

1

Setor de Diversões Sul (SDS) • Edifício Venâncio V
Loja 28 • Térreo • CEP: 70393-904 • Brasília-DF

Telefone: (61) 3226-7214 • Fax: (61) 3226-7285
Email: imprensa@fenasps.org.br

face twitter youtube
© 2015 FENASPS. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Whebersite