face twitter youtube

APOSENTADOS(AS) UNI-VOS NA LUTA PELA SOBREVIVÊNCIA CONTRA REDUÇÃO NO VALOR DAS APOSENTADORIAS!

0
0
0
s2smodern

 

img 7344

 

Em todo mundo as nações estão em luta contra a pandemia coronavírus, que vem fazendo milhares de vítimas fatais e infectando 500 mil pessoas. Por mais que os cientistas se esforcem ainda não descobriram a cura, nem mesmo conseguiram produzir uma vacina. As experiências dos países que há mais tempo enfrentam este mal, comprovam que a melhor forma de combater este mal é a prevenção.

Em pouco mais de 30 dias no Brasil contabiliza aproximadamente 3 mil casos com 77 mortes confirmadas e dezenas de outras sob investigação, além de inúmeros casos subnotificados devido a insuficiência de Kits de teste. No país 4,3 milhões de idosos vivem sozinhos, portanto e imperioso que as pessoas fiquem em casa para que esta pandemia não estrangule o SUS, além de evitar que mais pessoas possam se contaminar e irem a óbito.

As autoridades públicas dos Estados e Municípios, seguindo recomendações da Organização Mundial de Saúde - OMS, infectologistas, cientistas e o ministério da Saúde, determinaram que todas as pessoas, principalmente aquelas na faixa de risco acima de 60 anos, doentes crônicos, gestantes e lactantes devem ficar em casa em sistema quarentena, adotando todas as medidas sanitárias previstas no protocolo elaborado pelo comitê de combate ao coronavirus.

Mas o Brasil assistiu assombrando os rompantes delirantes do fascista Presidente da República, que atacou todos os governadores, prefeitos e autoridades que determinaram as medidas protetivas, em tom pejorativo e virulento classificou esta doença como um simples “gripezinha”. E mais que certamente as pessoas poderão morrer sim, mas segundo este facínora é o ciclo da vida, um verdadeiro extermínio dessa população em risco. A economia não pode parar. É visível os interesses do sistema financeiro, os empresários, latifundiários, que financiaram a campanha deste déspota, alguns destes dizem que “aceitável a morte de 5 a 7 mil pessoas, ou seja, as vidas da população brasileira em disputa com o mercado.

É de conhecimento de todos que este presidente tem desprezo pelos pobres, idosos, cientistas professores e jornalistas, defender abertamente medidas autoritárias, para fechar o congresso e o STF. Mas desta vez passou dos limites abriu uma guerra sem precedente com vários segmentos.

Os trabalhadores e trabalhadoras, idosos, aposentados ou não, que ao longos séculos com seu trabalho construíram esta nação, merecem respeito. É obrigação do Estado cuidar da sua segurança, moradia, renda e saúde.

Esses(as) trabalhadores(as) já deram grande exemplo que unidos(as) em conjunto com os diversos segmentos da classe trabalhadora podem mudar os rumos da sua própria história. Pois da luta nunca se aposentaram e mais uma vez somos chamados a enfrentar este mal que assola o Brasil; - a pandemia e este governo.

Com certeza trabalhadores e trabalhadoras aposentados da Saúde, Trabalho, Seguro Social, Previdência e Anvisa, estarão sempre prontos para luta, jamais vão se submeter as medidas tão absurdas como as propostas pelo insano presidente. Cabe destacar ainda, que no país, existem milhares de idosos que devido à falta de proteção do trabalho, desempenharam ao longo de vidas atividades informais e, consequentemente não tiverem acesso a proteção previdenciária, sendo assim, é dever do Estado garantir uma renda mínima e digna para essas pessoas.

A FENASPS, através da secretaria de aposentados, defende e exige do governo a renda mínima no valor de 1 salário mínimo, para os trabalhadores e trabalhadoras desempregados e informais, dentre eles os idosos que não tiveram acesso a aposentaria.

Para os servidores e servidoras aposentados não aceitaremos jamais a redução salarial, em um momento de crise de saúde pública é necessário a proteção do Estado e não o confisco de seus rendimentos.

Nesse sentido, reivindicamos a liberação e pagamento de todas as ações e precatóriose antecipação integral do 13º Salário. Além disso, exigiremos que não haja suspensão da GEAP dos servidores idosos que têm boa parte de sua renda comprometida com gastos com saúde. Considerando, ainda a situação de pandemia, exigimos a antecipação do pagamento do pecúlio aos trabalhadores e trabalhadoras idosos. Tais medidas são perfeitamente possíveis, considerando que para manter os interesses dos banqueiros e empresários o governo já anunciou que disponibilizará um pacote de 1,2 trilhão de reais.

A FENASPS cumprindo seu papel de defender os(as) trabalhadores(as) da sua base, orienta a todos e todas que permaneçam firmes em casa em sistema de quarentena, vamos dar um basta as insanidades deste governo.

As nossas vidas não serão moeda de troca para a sobrevivência do sistema capitalista que destrói a saúde e suga a vida da classe trabalhadora. A luta de classes se acirra nesse contexto de crise, que os capitalistas paguem essa conta, defenderemos a vida!!!

 

Secretaria de Aposentados e Seguridade Social

Diretoria Colegiada da FENASPS

 

BAIXE AQUI este informativo em formato pdf.

Setor de Diversões Sul (SDS) • Edifício Venâncio V
Loja 28 • Térreo • CEP: 70393-904 • Brasília-DF

Telefone: (61) 3226-7214 • Fax: (61) 3226-7285
Email: imprensa@fenasps.org.br

face twitter youtube
© 2015 FENASPS. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Whebersite