face twitter youtube

A luta não acabou: 6 de agosto é dia de luta nos estados contra a reforma da Previdência!

0
0
0
s2smodern

1

Bolsonaro, Maia e esse Congresso corrupto não podem acabar com nossa aposentadoria!

 

Com a liberação de quase R$ 3 bilhões em emendas para comprar os votos a favor da nefasta Reforma da Previdência, Bolsonaro conseguiu que 379 deputados picaretas aprovassem no dia 10 de julho este projeto que acaba com as aposentadorias dos trabalhadores brasileiros e benefícios do INSS.

 

Lamentavelmente, a votação ocorreu sem que tenha havido a necessária mobilização para barrar essa reforma, como se houvesse um "acordão" a favor do ataque à Previdência.

 

A cúpula dirigente de parte das centrais, como CUT e Força Sindical, se recusou a chamar nova Greve Geral ou um "Ocupa Brasília" (como o que ocorreu em 2017), facilitando a aprovação do 1° turno da reforma. Parlamentares do Solidariedade e PSC ligados à Força Sindical votaram a favor da reforma e a oposição parlamentar do PT, PCdoB e PDT buscou negociar pequenas alterações que não impedem o brutal ataque às aposentadorias e facilitam o caminho para Bolsonaro.

 

A LUTA NÃO ACABOU!
Para ser aprovada em definitivo, a reforma ainda terá de passar por nova votação na Câmara, onde precisa de 308 votos, e ser votada também em dois turnos no Senado. É possível reverter essa situação indo para cima deles, com muita pressão, mobilização e uma nova Greve Geral.

 

É preciso retomar a mobilização desde já! A CSP-Conlutas segue na linha de frente contra essa famigerada reforma e seguirá em luta. Dia 6 de agosto, esta central sindical está convocando um dia de luta nos estados contra a Reforma da Previdência. Fazemos também um chamado às demais Centrais Sindicais para construírem uma nova Greve Geral.

 

Confira aqui a íntegra do panfleto de convocação do dia 6 de agosto.

 

CSP-Conlutas cobra Centrais a convocarem Greve Geral para 13/8

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM), já declarou que pretende continuar a votação da Reforma da Previdência no dia 6 de agosto. Portanto, é preciso pressão total!

 

A CSP-Conlutas convoca todas suas entidades e movimentos para um DIA NACIONAL DE MOBILIZAÇÃO E ATOS EM 6 DE AGOSTO em todos os estados, sendo que, em São Paulo, haverá ato na Av. Paulista. Todos às ruas! 

 

A data foi incorporada no calendário aprovado pelas centrais sindicais, em reunião no último dia 18. Mas é preciso que as direções organizem, de fato, essa luta e realizem atos. 

 

Outra data incorporada no calendário é o dia 13 DE AGOSTO, quando estudantes e trabalhadores da Educação marcaram um Dia de Paralisação Nacional. Porém, mais do que apoio, a CSP-Conlutas defende que a data se transforme numa Greve Geral em defesa das aposentadorias, da educação e dos empregos.

 

Infelizmente, CUT, Força Sindical e demais centrais se negam a convocar esta Greve Geral. Um erro que só ajuda o governo. É preciso que as direções deixem de corpo mole e parem de apostar nas negociações com este Congresso, que já mostrou que é inimigo dos trabalhadores. Negociação desta reforma é traição!

 

Para defender, de fato, as aposentadorias, a educação e os empregos, é hora de ir à luta!

Setor de Diversões Sul (SDS) • Edifício Venâncio V
Loja 28 • Térreo • CEP: 70393-904 • Brasília-DF

Telefone: (61) 3226-7214 • Fax: (61) 3226-7285
Email: imprensa@fenasps.org.br

face twitter youtube
© 2015 FENASPS. Todos os direitos reservados. Desenvolvido por Whebersite